Deputado Estadual Raoni Mendes

Notícias

Raoni revela que PMJP tem 60 dias para devolver recursos desviados da obra da Lagoa

Raoni revela que PMJP tem 60 dias para devolver recursos desviados da obra da Lagoa

O deputado estadual Raoni Mendes (DEM) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), na manhã desta quarta-feira (1), e revelou que a Prefeitura Municipal de João Pessoa tem 60 dias para devolver R$ 10 milhões supostamente desviados das obras de revitalização do Parque Sólon de Lucena (Lagoa) para a Caixa Econômica Federal (CEF).  O ressarcimento foi comunicado pela CEF através de uma nota oficial.

 

De acordo com Raoni Mendes, A Controladoria Geral da União (CGU) disse que a prefeitura será obrigada a devolver o dinheiro em razão do inquérito civil instalado pela Polícia Federal e pela própria CGU para reaver o dinheiro desviado. Ele disse ainda que o prazo para a devolução dos R$ 10 milhões começa a correr após a prefeitura ser notificada.

 

"Eu fiz o pedido de informação do desvio de recursos. O Ministério das Cidades tinha suspendido, após o vice-prefeito Manoel Júnior ter ido ao gabinete do ministro Bruno Araújo pedir clemência. Após ter sido verificada as divergências de valores, apontados como indevidos pela CGU em Brasília e pela Polícia Federal, a Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental do Ministério das Cidades consultou e determinou na qualidade de mandatária da união, que adote providências necessárias para ressarcimento da União do dinheiro desviado da obra de revitalização da Lagoa", disse Raoni na tribuna.

 

O deputado também pediu esclarecimento à Caixa Econômica Federal. Ele afirmou que, através de nota, a Caixa confirmou que havia recebido a determinação do Ministério das Cidades e que já havia notificado a Prefeitura de João Pessoa para que fizesse a devolução em até 60 dias. “A CAIXA notificou a Prefeitura Municipal de João Pessoa para a devolução dos valores relativos à obra de requalificação do Parque Sólon de Lucena. O banco acompanha o cumprimento da determinação por parte da prefeitura, que, após o recebimento da notificação, tem 60 dias para realizar o ressarcimento”, explicou Raoni Mendes.